Twitter Facebook YouTube Flickr

CUT CE > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > 1º DE MAIO NO CEARÁ – 15 MIL PESSOAS SAEM ÀS RUAS DE FORTALEZA NO DIA DO/A TRABALHADOR/A

1º DE MAIO NO CEARÁ – 15 mil pessoas saem às ruas de Fortaleza no Dia do/a Trabalhador/a

02/05/2018

Ato político-cultural e caminhada da Parangaba à Serrinha dão seguimento a dia de luta na capital, que teve início pela manhã, com lançamento estadual do Congresso do Povo

Escrito por: Raquel Chaves/CUT-CE (*)

15 mil saíram às ruas de Fortaleza durante ato político-cultural e caminhada (Foto: Marcos Adegas/Fetamce)

 

Parahyba e Companhia Bate Palmas estiveram entre as atrações culturais que finalizaram o ato, já no bairro Serrinha, em Fortaleza (Foto: Emanuel Lima/CUT-CE)

 

A extensa programação do Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora em Fortaleza teve início pela manhã, com a participação de 3 mil pessoas no lançamento estadual do Congresso do Povo, no Centro Poliesportivo da Parangaba. À tarde, no mesmo local, foi realizado um ato político, reunindo dirigentes sindicais e milhares de lutadores e lutadoras do povo contra os retrocessos do governo golpista de Michel Temer, seguido de caminhada pela Avenida Silas Munguba, entre os bairros Parangaba e Serrinha, na periferia da capital. Mais de 15 mil pessoas participaram da atividade na capital. Também houve registros de atos nas regiões do Vale do Jaguaribe, Icó, Cariri, Pentecoste, Crateús e Caucaia (Região Metropolitana).

 

Juventude participou ativamente da luta e resistência no 1º de Maio no Ceará (Foto: Elton Viana)“Nossos companheiros do movimento sindical e da Via Campesina, junto com a moçada do Levante Popular da Juventude, deram o tom desse 1º de Maio e demonstração de unidade aqui em Fortaleza”, disse o presidente da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE), Wil Pereira, ao fim da caminhada, já na Praça da Cruz Grande, na Serrinha. O dirigente fez um agradecimento especial à juventude, “que não descansa desde sábado (28)  no acampamento em Caucaia, mobilizada contra os retrocessos deste desgoverno”. Wil referia-se aos cerca de 1,5 mil jovens cearenses reunidos no município de Caucaia para discutir estratégias, trocar experiências e animar as manifestações pela defesa da democracia no Ceará. Esta foi a segunda edição do acampamento.

A atividade do Dia Internacional do/a Trabalhador/a tem como pautas a revogação das medidas conservadoras do Governo Temer, a defesa da Soberania Nacional, contra o fascismo e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Diversos partidos de esquerda, parlamentares, movimentos sociais e sindical organizaram-se na mobilização da Frente Brasil Popular – Ceará e Frente povo Sem Medo, que puxaram os atos.

Em todas as Regiões do Brasil, trabalhadores e trabalhadoras saíram as ruas em defesa de Lula Livre e dos direitos sociais e trabalhistas perdidos desde o golpe de Estado que usurpou o mandato da ex-presidenta Dilma Rousseff e colocou em seu lugar o ilegítimo Michel Temer (MDB-SP). Em todo lugar, a pauta é a mesma: liberdade para Lula, uma política econômica de geração de empregos e renda, defesa da seguridade e da Previdência Social pública, o fim da lei do congelamento de gastos e a revogação da reforma Trabalhista. 

 

Cerca de 3 mil pessoas participaram do lançamento estadual do Congresso do Povo, pela manhã, neste 1º de Maio (Foto: Elton Viana)Congresso do Povo é lançado pela manhã

O 1º de Maio deste ano no Ceará ganhou uma atividade inédita na cena política e social brasileira: o lançamento estadual do Congresso do Povo. Um grande esforço de diálogo e trabalho de base com o povo trabalhador nas periferias das grandes cidades, municípios médios e pequenos, organizando comitês populares e enraizando a Frente Brasil Popular (FBP). A atividade reuniu 3 mil pessoas do movimento sindical e dos movimentos populares ligados à FBP, durante toda a manhã, no Centro Poliesportivo da Parangaba, de onde partiu o ato político à tarde.

 

O lançamento estadual do Congresso do Povo em Fortaleza encerrou-se com a síntese e a cartilha de orientações sobre os próximos passos. A FBP-Ceará seguirá construindo e fortalecendo a unidade em todo o estado. Os meses de maio, junho e julho seguirão um cronograma no Ceará, com a realização de seminários regionais de formação de formadores, congressos municipais/regionais e o próprio Congresso Estadual do Povo, previsto para o fim do primeiro semestre. Já está marcado para o próximo dia 12 de maio o primeiro Seminário Regional de Formação de Formadores da Região Metropolitana de Fortaleza. A Frente organizará, ainda, seminários de preparação em todas as regiões do estado: Região Metropolitana de Fortaleza, Maciço de Baturité, Sertão Central, Vale do Jaguaribe, Região Norte, Inhamuns, Centro-Sul e Cariri.

 

(*) Colaboraram Rosely Rocha CUT Brasil e Camila Garcia/Brasil de Fato - Ceará

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CUT CEARÁ
Rua Solón Pinheiro, 915 | Bairro José Bonifácio | CEP 60050-041 | Fortaleza | Ceará
Fone: (085) 3464-7377 | www.cutceara.org.br | e-mail: cutceara@cutceara.org.br